Frutos do mar

7 de novembro de 2017

Azul-marinho (Peixe com Banana Verde)

É um prato típico do litoral norte de São Paulo. É feito basicamente com postas de peixes , como garoupa, badejo, cavala, anchova e a tainha e banana verde. A cor azul é devido ao tanino liberado pela banana verde, quando está cozinhando.
7 de novembro de 2017

Rollmops ou Holmopes

É um prato típico de Santa Catarina, de origem alemã. É um filé de peixe salgado e dessalgado enrolado com cebola e/ou pepino e curtido em vinagre.
6 de novembro de 2017

Sopa Leão Veloso

É um prato típico carioca, Trata-se de uma sopa com sabor forte feita com mistura de caldo de cabeça de peixe (geralmente cherne), frutos do mar, vários tipos de peixe, cebola, tomates, alho-poró,coentro, pimenta-do-reino, vinho branco e azeite; é servida em recipiente de barro, deitando-se o caldo sobre fatias de pão
6 de novembro de 2017

Bacalhau à Gomes de Sá

É um prato típico do Rio de Janeiro, formado por uma mistura de lascas de bacalhau amaciadas em leite, batatas cozidas e um refogado ligeiro. É enfeitado com ovo cozido, salsa e azeitonas.
1 de novembro de 2017

Maxixada

É um Prato típico do Piauí, feito é base de carne seca, tomates, batatas, maxixe, jerimum e temperos.
31 de outubro de 2017

Isca de Peixe

São Pequenos pedaços de peixe empanados e fritos. Pode ser usado qualquer tipo de peixe dependendo da preferência e da região.
30 de outubro de 2017

Ventrecha

posta de peixe, localizada imediatamente após a cabeça.
30 de outubro de 2017

Mojica

De origem indígena, a palavra “mojica” significa “o que vem do rio com mandioca”. É um mingau ou caldo de peixe engrossado com pedaços de peixe e mandioca.
24 de outubro de 2017

Muma de Siri

Tradicional prato da culinária capixaba, a especiaria pode ser encontrada nos principais restaurantes do Espírito Santo É feito de carne de Siri desfiada e pedços de siri cozidos e adicionados ao tempero capixaba.
22 de outubro de 2017

Godó de Banana

É um prato típico da Bahia, é um cozido feito á base de bananas d’água verdes ou caturras e que pode ser feito com bacalhau ou carne seca, ou carne picada e linguiça defumada, ou frango, e camarões secos ou defumados
21 de outubro de 2017

Efó

É um prato típico da bahia, feito a base de língua-de-vaca (ou taioba, ou bertalha, ou espinafre, ou mostarda cozida no azeite de dendê, camarão seco descascado pimenta malagueta e temperos.
21 de outubro de 2017

Polvo

Os polvos são moluscos marinhos da classe Cephalopoda, da ordem Octopoda (oito pés), possuindo oito braços fortes e com ventosas dispostos à volta da boca. Como o resto dos cefalópodes, o polvo tem um corpo mole, sem esqueleto interno (ao contrário das lulas) nem externo, como o argonauta. Como meios de defesa, o polvo possui a capacidade de largar tinta, de mudar a sua cor (camuflagem, através dos cromatóforos), e autotomia de seus braços.
21 de outubro de 2017

Calapolvo ao Paraíso

È um cozido de frutos do mar (Polvo, Camarão e Lagosta), Palmito, maturi e frutas sendo cozido em água e carne de coco verde batido.
21 de outubro de 2017

Robalo

peixe de água salgada faz parte da família Centropomidae, que reúne mais de dez espécies de robalo. As mais comercializadas no Brasil são o robalo peva e o flecha, sendo este o de maior porte da espécie, chegando a 25 kg e pouco mais de um metro de comprimento.
20 de outubro de 2017

Ameijoa, Vongola ou Berbigão

Amêijoa Vongola(Vongole no plural) ou Berbigão é a designação comum dada a várias espécies de moluscos bivalves da ordem Veneroida, nomeadamente os pertencentes às famílias Lucinidae, Cardiidae e Veneridae. Muitos são utilizados na alimentação humana.
20 de outubro de 2017

Mexilhão

O mexilhão é um molusco bivalve da ordem Mytiloida, consumido como fonte de alimento.
20 de outubro de 2017

Lula ou Calamar

A lula (ou calamar), ao contrário de outros animais do mesmo filo, não possui uma casca externa dura, mas um corpo externo macio e uma casca interna. Além disso, fazem parte ainda da classe dos cefalópodes ("pés na cabeça"), um grupo que também inclui o polvo, a sépia, o choco e o náutilo.
20 de outubro de 2017

Lagostim

Lagostim é o nome vulgar das espécies menores de crustáceos da subordem Astacidea (à qual também pertencem alguns dos maiores crustáceos, como o lavagante). Também se usa este nome para os camarões de grandes dimensões.
20 de outubro de 2017

Camarão e Camarão Seco

O termo camarão (do latim cammārus, caranguejo do mar, camarão, derivado do grego kámmaros, ou kámmoros) é a designação comum a diversos crustáceos da ordem dos decápodes, podendo ser marinhos ou de água doce
20 de outubro de 2017

Garoupa

O peixe garoupa é facilmente reconhecível pelo corpo gordo, cabeça grande com relevos e espinhas, bocarra enorme e o pedúnculo da nadadeira caudal curto e grosso. Presente em todo litoral brasileiro, este peixe é encontrado em fundos coralinos ou rochosos, onde têm o hábito de se esconder. Muitas garoupas têm cores brilhantes e padrões de coloração muito especiais que variam em cada espécie. São peixes que podem atingir um comprimento de mais de um metro.
Show Buttons
Hide Buttons
Translate »