Chapada Diamantina (BA)

A Chapada Diamantina

A Chapada Diamantina é uma região de serras, protegida pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina, situada no centro do estado brasileiro da Bahia, onde nascem quase todos os rios das bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas. Essas correntes de águas brotam nos cumes e deslizam pelo relevo em belos regatos, despencam em borbulhantes cachoeiras e formam transparentes piscinas naturais. O parque nacional é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.

A vegetação é exuberante, composta de espécies da caatinga semi-árida e da flora serrana, com destaque para as bromélias, orquídeas e sempre-vivas.

A Chapada Diamantina é composta por 24 municípios: Abaíra e seus distritos Ouro Verde e Catolés, Andaraí, Barra da Estiva, Ibitiara, Iramaia, Itaetê, Marcionílio Souza, Morro do Chapéu, Novo Horizonte, Palmeiras, Rio de Contas e seus distritos Arapiranga e Marcolino Moura, Seabra, Souto Soares, Tapiramutá, Utinga, Wagner, Boninal, Bonito, Ibicoara e seus distritos Cascavel e Capão da Volta, Iraquara e seus distritos Iraporanga e Água de Rega, Jussiape e seu distrito Caraguataí, Lençóis, Mucugê, Nova Redenção e Piatã e seus distritos Cabrália e Inúbia.
FONTE: Wikipedia

 

A Chapada Diamantina

é um dos destinos brasileiros mais procurados pelos turistas que gostam de aventura e lindas paisagens.

Essa é uma região de serras que está localizada no estado da Bahia e cuja proteção fica por conta do Parque Nacional da Chapada Diamantina.

Dentre os atrativos que essa região oferece estão cachoeiras de águas cristalinas, cânions, grutas e piscinas naturais para relaxar.

Abaixo vamos te apresentar os 16 lugares da Chapada Diamantina que merecem a sua visita por sua beleza fantástica.

16 lugares da Chapada Diamantina que merecem ser visitados

Gruta Lapa Doce em Lençóis na Chapada Diamantina
Fonte: Guia Chapada Diamantina

1. Gruta Lapa Doce em Lençóis

Chegar até essa gruta não é uma tarefa fácil, e por isso esse passeio só pode ser feito com um guia especializado.

A entrada da gruta é escondida por um paredão com nada menos que 72 metros.

Saiba que a escalada íngreme vale cada minuto, pois no caminho você poderá ver uma série de formações incríveis.

A visita dura uma média de 1h30 e o local tem infraestrutura para receber os turistas com um restaurante à quilo.

2. Morro do Pai Inácio em Lençóis

Morro do Pai Inácio em Lençóis na Chapada Diamantina
Fonte: Blog da Timberland

Esse é o ponto turístico mais famoso e procurado da Chapada Diamantina, para chegar até o seu cume é necessário uma subida de 20 minutos por 300 metros íngremes.

Do topo você poderá ver até onde sua vista alcançar desse conjunto de serras.

Uma das dicas que podemos dar é que você deixe a visita para o fim da tarde para poder assistir ao espetáculo de cores que é o pôr-do-sol.

A entrada é permitida até as 17h, não deixe de visitar o morro.

3. Cachoeira Poço do Diabo em Lençóis

Cachoeira Poço do Diabo em Lençóis na Chapada Diamantina
Fonte: Guia Chapada Diamantina

O nome desse poço pode assustar alguns turistas, contudo, quem gosta de práticas radicais não pode deixar de visitar o local que oferece rapel e tirolesa.

Para chegar até a cachoeira é necessário seguir por uma trilha que dura 15 minutos.

Pode ser um pouco complicado chegar pela falta de sinalização, mas sempre é possível perguntar para as pessoas pelo caminho.

4. Gruta Torrinha em Lençóis

Gruta Torrinha em Lençóis na Chapada Diamantina
Fonte: Piçarras Pousada

Essa gruta é um dos locais mais interessantes da Chapada Diamantina, mas exige do turista bom preparo físico, pois será necessário conseguir passar por locais bem estreitos entre rochas bem como se abaixar para poder chegar aos salões de helictites e conferir os 60 metros de estactatites.

Para chegar a gruta não é necessário guia, contudo, para se deslocar dentro dela é importante estar com um monitor do local.

5. Cachoeira do Mosquito em Lençóis

Cachoeira do Mosquito em Lençóis na Chapada Diamantina
Fonte: minube

Passeio indicado para quem tem fascínio por pinturas rupestres, pois essa cachoeira fica bem perto da Serra das Paridas em que ficam três sítios arqueológicos.

Para chegar a cachoeira basta caminhar cerca de 15 minutos a partir do estacionamento.

Aproveite momentos de descoberta e descanso com a sua família na Chapada Diamantina.

6. Gruta da Pratinha em Lençóis

Gruta da Pratinha em Lençóis na Chapada Diamantina
Fonte: Viagem e Turismo

Essa gruta é um dos cenários mais incríveis que a Chapada Diamantina oferece.

Para chegar até ela os turistas podem caminhar por uma trilha breve ou então chegar em grande estilo de tirolesa num rio de água muito clara e límpida.

Aproveite esse passeio para ver os peixes e as rochas com snorkel.

7. Cidade de Lençóis

Cidade de Lençóis na Chapada Diamantina
Fonte: blogger

Essa cidade é um bom ponto para se hospedar e fazer os mais diversos passeios pela Chapada Diamantina por ser o local mais perto do aeroporto.

Muitos dos passeios tem partida dessa cidade e nela estão situados estabelecimentos comerciais para quem deseja relaxar com os amigos a noite.

Uma dica para curtir a noite é conhecer a Rua da Baderna.

8. Cachoeira do Riachinho em Vale do Capão

Cachoeira do Riachinho em Vale do Capão na Chapada Diamantina
Fonte: Guia Chapada Diamantina

Um passeio mais leve para quem deseja ver as belezas da Chapada Diamantina, mas não está exatamente preparado para atividades que exijam muito do físico.

Essa cachoeira tem queda d’água de 8 metros que termina em piscinas naturais perfeitas para momentos de relaxamento em família.

Para chegar até ela a caminhada é leve.

9. Cachoeira da Fumaça em Vale do Capão

Cachoeira da Fumaça em Vale do Capão na Chapada Diamantina

O nome dessa cachoeira se deve a uma particularidade muito interessante dessa queda d’água.

Da fina cortina que cai ao longo de uma abertura de um paredão poucas gotas chegam ao chão.

Para ver isso de perto é necessário ser persistente, pois a caminhada até o local é de 6 km, algo em torno de 2 horas.

Nesse trajeto tem muitas pedras e pouca sombra para descansar.

10. Vale do Pati em Vale do Capão

Vale do Pati em Vale do Capão na Chapada Diamantina
Fonte: Pisa Trekking

Se você gosta de praticar trekking não pode deixar de visitar o Vale do Pati na Chapada Diamantina, mas saiba que é essencial contratar um guia local para viver essa aventura em meio a natureza.

Conhecido por muitos como vale encantado esse é um lugar que recebe turistas que desejam passar algum tempo longe do conforto da cidade contemplando o que há de mais magnífico nessa chapada.

11. Cachoeira Águas Claras em Vale do Capão

Cachoeira Águas Claras em Vale do Capão na Chapada Diamantina
Fonte: Pousada Pé do Morro

O nome dessa cachoeira se deve a característica de suas águas que são extremamente claras.

Para chegar até essa maravilha da natureza é necessário fazer uma caminhada de cerca de 12 km (incluindo ida e volta).

Fique de olhos bem abertos para ver os trechos repletos de vegetação pelo caminho.

A trilha para chegar é aberta e não há infraestrutura sendo importante levar um lanche.

12. Cachoeirão em Andaraí

Cachoeirão em Andaraí na Chapada Diamantina
Fonte: aventurismus

Conhecida como cachoeirão essa cachoeira é formada por diversas quedas d’água que brotam de um paredão criando um tipo de cortina de água.

Para chegar até essa cachoeira é necessário pegar um caminho através de uma estrada de terra.

Quem fizer o trekking pelo Vale do Pati encontrará essa maravilha em seu caminho.

A cidade de Andaraí é o ponto final do vale.

13. Poço Azul em Andaraí

Poço Azul em Andaraí na Chapada Diamantina
Fonte: Guia Chapada Diamantina

O nome dessa atração é condizente com o aspecto cristalino das águas que tem, um tom de azul bem particular.

Por estar situado fora do Parque Nacional é necessário comprar ingresso, a recomendação é ir fazer a visita ao poço no meio da tarde quando o sol bate de um jeito especial na água permitindo ver as formações rochosas embaixo d’água.

Tem trechos em que você poderá flutuar, um passeio que precisa ser feito na Chapada Diamantina.

14. Galeria Arte & Memória em Andaraí

Galeria Arte e Memória em Andaraí na Chapada Diamantina
Fonte: Guia Chapada Diamantina

Um lugar um pouco diferente dos demais, esse é um museu do diamante que funciona ao ar livre e que foi erguido em meio as ruínas que ficaram das casas de pedra que existiam no local.

Os visitantes podem conferir no primeiro espaço alguns dos utensílios que eram usados pelos garimpeiros, enquanto que no segundo ambiente encontram um lindo jardim que possui esculturas feitas de diferentes materiais.

Você pode relaxar tomando um cafezinho e aproveitar para ver exposições temporárias.

15. Cidade de Mucugê

Cidade de Mucugê na Chapada Diamantina
Fonte: VIVIMETALIUN

Uma boa atração para quem deseja conhecer a Chapada Diamantina é conhecer a cidade de Mucugê que foi tombada como sendo patrimônio nacional pelo IPHAN.

Durante os passeios pelas ruas de pedra do local os turistas podem conferir os sobrados repletos de cores que datam do século XIX.

Por mais curioso que possa parecer é interessante visitar o cemitério bizantino que também datam do século XIX e que oferece um mergulho na arquitetura da época.

Visite também o Parque Municipal de Mucugê.

16. Cachoeira do Buracão em Mucugê

Cachoeira do Buracão em Mucugê na Chapada Diamantina
Fonte: Guia Chapada Diamantina

Para chegar a essa cachoeira a caminhada é de cerca de 1 hora, mas é relativamente fácil e tem uma série de atrativos como o Rio Manso e a piscina natural chamada de Buracãozinho que está localizada em meio a um cânion.

Todo o esforço é recompensado com a possibilidade de nadar perto da queda d’água que tem cerca de 85 metros de altura.

Um dos lugares mais incríveis para se conhecer na Chapada Diamantina.

Fonte: Bolsa de Viagem

Show Buttons
Hide Buttons
Translate »