Bate e Volta São Paulo

Bate e Volta - São Paulo

A poucos quilômetros de São Paulo, há locais com belezas naturais, construções históricas e roteiros com muita aventura e adrenalina. De carro, em geral, a viagem ao destino escolhido está a menos de três horas, ideal para quem deseja sair um pouco da capital e ter um fim de semana diferente seja na praia ou na montanha.

 

São Roque – 65 Km – Rota do Vinho e atrativos

 

São Roque Mapas e Links

Rota do Vinho

http://www.saoroque.sp.gov.br

http://www.guiasaoroque.com.br

 

Nos 10 quilômetros de extensão da batizada Estrada do Vinho, há muitas vinícolas com boa infraestrutura para receber turistas, com restaurantes e visitas ao setor de produção da bebida. Vale conhecer também a Capela de Santo Antônio e a Casa Grande do Capitão Fernão Paes de Barros, construções da época dos bandeirantes, feitas de taipa de pilão. Esqui e snowboard podem ser praticados no Ski Mountain Park, em um morro no alto da cidade.

Como chegar: De carro – Seguir pela Rodovia Castelo Branco (SP-280) em direção a Sorocaba. Na saída 54-B, entre para São Roque na SP-53/280. É só percorrer cerca de 10 quilômetros até a entrada da cidade. O acesso também pode ser feito pela Raposo Tavares (SP-270).

 

Pedra Bela – 120 Km – Mega Tirolesa (1800m)

 

Pedra Bela Mapas e Links

http://www.pedrabela.sp.gov.br

 

Pedra Bela é um pequeno município paulista com cerca de 6.000 habitantes, situado no nordeste do Estado de São Paulo, na região administrativa de Campinas e na região do governo de Bragança Paulista. A cidade está localizada na Serra da Mantiqueira, a uma altitude média de 1.100 metros. A base econômica do município está centrada na agropecuária, destacando-se a produção de batatas, café e vagem.

É também de considerável importância para a economia local a grande gleba utilizada para o florestamento com eucalipto, que é transformado em lenha e carvão. Outros destaques são a suinocultura e os micro-estabelecimentos industriais que beneficiam o milho em produtos como fubá, farinha e canjica, de grande conceito e aceitação em toda a região.

O povoado que deu origem à cidade tinha como denominação de Santa Cruz do Feital e foi fundada por José Antonio de Oliveira, no ano de 1869, integrando o apogeu paulista do ciclo do café. Em 1929 o povoado tornou-se Distrito de Bragança Paulista e em 1930 foi elevado à categoria de Vila. Em 1945 o nome da Vila da Pedra Grande, foi alterado para Pedra Bela. A emancipação político-administrativa deu-se em janeiro de 1964, sendo José Bueno de Miranda o primeiro prefeito do Município.

Pedra Bela faz jus ao nome, pois é muito valorizada pelos recursos naturais: a paisagem, o clima, a flora, as cachoeiras e riachos.

 

Boituva – 100 Km – Paraquedismo e Balonismo

 

http://hibrasil.com.br/v1/packages/paraquedismo/

http://www.saopauloparaquedismo.com.br

http://www.paraquedismoskycompany.com.br

http://www.saltoduplodeparaquedas.com.br

http://www.quedalivre.com.br

 

Conhecida como a capital do paraquedismo, possui um centro para a prática do esporte com infraestrutura completa, de instrutores habilitados a aviões. Há dezesseis escolas que oferecem o passeio, como a Paraquedismo Boituva – tel. (15) 3263-1645 –, que já levou os atores Daniele Suzuki e Jonatas Faro e a apresentadora Anna Hickmann para saltar. Passeios de balão são outra atração da cidade. A aventura proporciona uma vista incrível das paisagens da região e dura cerca de 40 minutos. É necessário agendar com empresas como a Passeio de Balão pelo telefone – tel. (11) 2059-0761.

Como chegar: De carro – O acesso se dá pelo km 116 da Rodovia Castelo Branco (SP-280) no trevo Boituva-Iperó.

 

Campos do Jordão – 170 Km – Montanhas

 

Campos do Jordão Mapas e Links

http://viagem.uol.com.br

http://www.guiadecamposdojordao.com.br

http://www.camposdojordaocultura.com.br

http://www.camposdojordaohostel.com.br

http://camposdojordao.com.br

 

A cidade associada ao luxo, chamada de Suíça brasileira, atrai casais endinheirados principalmente na estação mais fria do ano com a programação extensa de música clássica do Festival Internacional de Inverno. Outros atrativos são os aconchegantes chalés e restaurantes que servem de fondues a pratos com trutas, peixe mais famoso da serra. Tirolesa, patinação no gelo e passeio a cavalo são algumas das atividades disponíveis na temporada.

Como chegar: De carro – Saindo de São Paulo pela Marginal do Tietê, tomar a Ayrton Senna (SP-70) até o final, que desemboca na Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro, a qual dá acesso a Campos do Jordão.

 

Embu das Artes – 30 Km – Artesanato e restaurantes

 

http://embudasartes.tur.br

www.embu.sp.gov.br

www.almenat.com.br

www.embuparkhotel.com.br

www.ranchosilvestre.com.br

www.ziuenomoto.com.br

www.ogarimpo.com

www.sibnsapousada.com.br

 

Celeiro de pintores, escultores, músicos e poetas, a estância turística abriga uma famosa feira de arte e artesanato que reúne mais de 450 expositores, com produtos de couro e tecido, pinturas e esculturas. A seção do verde, com hortifrutigranjeiros, flores e plantas ornamentais, complementa a diversidade. Vale esticar o passeio pelas lojas de móveis rústicos, antiquários, galerias de arte e ateliês no centro histórico depois de provar os comes e bebes das barracas da feira.

Como chegar: De carro – Pela Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), com acesso a partir da Marginal Pinheiros, pela Raposo Tavares/Rodoanel ou pela Avenida Francisco Morato.

 

Juquitiba – 75 Km – Ecoturismo e Rafting

 

Juquitiba Mapas e Links

http://hibrasil.com.br/v1/packages/juquitiba-sp/

http://www.juquitiba-sp.com

http://www.canoar.com.br

http://www.rioabaixo.com.br

http://www.rioselvagem.com.br

 

Referência em esportes de aventura no estado de São Paulo, o destino atrai interessados em praticar tirolesa, arvorismo, canoagem e rapel, atividades que custam de R$ 20 a R$ 150 por pessoa, realizadas em áreas preservadas da Mata Atlântica. O destaque é o rafting no Rio Juquiá, que faz da cidade a sede de campeonatos importantes, com suas corredeiras, ondas e quedas. Antes de sair de casa, reserve o passeio com agências como a Canoar Rafting e Expedições – tel. (11) 2856-5777. Não se esqueça de levar uma muda de roupa para troca.

Como chegar: De carro – Saindo de São Paulo, ir até o município de Taboão da Serra e pegar a Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), passando por Embu, Itapecerica da Serra e São Lourenço da Serra.

 

Jundiaí – 50 Km

 

Jundiaí Mapas e Links

http://turismo.jundiai.sp.gov.br/

www.jundiai.sp.gov.br

 

Localizada a pouco mais que 50 km da capital, Jundiaí é um dos municípios mais importantes do Estado de São Paulo. É uma das maiores cidades paulistas, sendo a 59° maior do Brasil, superando quatro capitais estaduais.

 

Com mais de 350 anos de sua fundação, a cidade, hoje com aproximadamente 374 mil habitantes (Projeção SEADE/IBGE 2011), possui mais de 700 indústrias, entre elas inúmeras multinacionais de alta tecnologia. No entanto, mesmo com todo o progresso pelo qual a antiga vila passou, a cidade não perdeu suas características de cidade do interior, sendo ainda conhecida pela produção das uvas, de frutas e pela vida rural em geral.

 

Com um centro urbano bastante desenvolvido, Jundiaí oferece todos os serviços considerados relevantes em uma cidade de médio porte, destacando-se por um comércio forte e bem estruturado, composto por um centro bem organizado e quatro shoppings. A cidade é considerada, atualmente, a 8ª. economia do estado de São Paulo e uma das principais do país, além de ser reconhecida como a cidade que possui um dos melhores Índices de Desenvolvimento Humano de São Paulo.

 

Monte Alegre do Sul – 120-145 km

 

Monte Alegre do Sul Mapas e Links

http://www.montealegredosul.com.br

http://www.montealegredosul.sp.gov.br

 

A Estância Hidromineral de Monte Alegre do Sul, localizada no Vale do Camanducaia à uma altitude de 748 metros de nível do mar, a uma Longitude de 46o37s0, e uma Latitude de 22o45s, na zona fisiográfica cristalina do Norte, no antigo traçado da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, a 96 Km em linha reta da capital do Estado. Possui temperatura média de 18 C fica à penas 120 / 136 e 145 Km de São Paulo por estradas de rodagem (via Bragança Paulista / Itatiba / Campinas).

 

O acesso à Monte Alegre do Sul poderá ser feito pelas vias Fernão Dias, Anhanguera, Bandeirantes e D. Pedro. Alinha-se entre grandes montes, esses integrantes das serras do Lambedos e Caraguatá, belas ramificações da Serra da Mantiqueira. Seus terrenos são, literalmente, acidentados.

 

O Município possui, aproximadamente, 7.148 habitantes, em sua maioria descendentes de italianos. Do número local de habitantes, 2.000 residem na zona urbana e 4.000 na zona rural. A população fixa acrescida da população flutuante chega à 12.000 pessoas.

 

Com a superfície total de 117 Km2, sendo 10 Km2 de Zona Urbana e 107 Km2 de Zona Rural, onde encontram-se grandes plantações de morango, entre outros tipos de plantio. O índice pluviométrico aproxima-se dos 1.400 anuais.

 

Limita-se ao sul com a cidade de Bragança Paulista, ao norte com a Estância de Serra Negra, ao oeste de Amparo e ao leste com os municípios de Socorro e Pinhalzinho.

 

A fauna e a flora não apresentam espécies raras, entretanto aliadas ao relevo local, resultam em lindas paisagens naturais que fazem bem aos olhos de todos.

 

Para onde quer que se olhe, pode-se admirar montanhas verdejantes com sua rica fauna e flora e de vez em quando curtir o vôo de garças e tucanos.

 

Monte Alegre do Sul é cortada pelo piscoso Rio Camanducaia, oriundo do vizinho Estado de Minas Gerais e, fora esse, existem vários ribeirões e córregos que fluem em terras montanhosas, embelezando ainda mais nossa bucólica paisagem natural. Localizada no Circuito da Águas Paulista, fica distante 140 Km da cidade de São Paulo. É uma cidade pequena, típica do interior, e possui apenas 6.000 habitantes, a maioria de descendência italiana.

 

Amparo – 135 Km

 

Amparo Mapas e links

http://www.amparo.net.br

http://www.amparo.sp.gov.br

 

A cidade possui 442 km2 de área e esta a 135km de São Paulo. Seu clima é ameno com uma temperatura média de 24º C , possui uma topografia montanhosa, sendo uma boa opção para aqueles que desejam descansar ou curtir a vida.

 

O núcleo Central da cidade foi tombado pelo Condephaat, protegendo assim suas qualidades arquitetônicas.

 

Sua comunidade é formada por várias nacionalidades que contribuíram para o progresso da cidade, sendo a maior delas, a italiana, que deixou traços característicos na população, como no linguajar das pessoas e nas comidas típicas.

 

As águas de Amparo brotam das rochas nas montanhas e suas propriedades medicinais são indicadas na cura de asmas e outras distonias neurovegetativas, dematoses alérgicas, bronquites, diabetes e colites.

 

Lindóia – 164 Km

 

Lindóia Mapas e Links

http://www.lindoia.com.br

http://www.lindoia.sp.gov.br

 

A Estância Hidromineral de Lindóia, com pouco mais de seis mil habitantes, é uma pacata cidade do interior, onde a tranquilidade e qualidade de vida estão presentes, através da boa estrutura municipal nos setores de saneamento básico, educação, habitação, segurança e saúde. Está situado no coração do Circuito das Águas Paulista, a 164 km de distância de São Paulo (via Rod. Fernão Dias), a 100 km de Campinas e a 75 km de Bragança Paulista. O município faz fronteira com os municípios de Águas de Lindóia, Itapira, Socorro e Serra Negra. O Rio do Peixe, com trechos de beleza e imponência, passa ao longo do município, contornando toda a região. O Clima é agradável, com temperaturas amenas. Cercadas pela Serra da Mantiqueira, a vegetação é exuberante, compondo um cenário de extraordinária beleza natural. A natureza reserva também outras preciosidades no seu subsolo, onde é extraído um volume significativo de água Mineral de excelente qualidade, representando produção de 40% do volume total consumido no Brasil. Lindóia é um dos 11 municípios paulistas considerados estâncias hidrominerais pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual.

 

Águas de Lindóia – 180 Km

 

Águas de Lindóia Mapas e Links

http://www.aguasdelindoia.com.br

http://www.aguasdelindoia.com

http://www.aguasdelindoia.sp.gov.br

 

Está a 180 km de São Paulo, 8 km antes da divisa com Minas Gerais, mas as paisagens são de outro mundo – principalmente do alto do Morro Pelado, de onde a vista alcança 100 km de montanhas cobertas por vegetação. Aliás, Águas de Lindóia conseguiu a façanha de dobrar sua área verde nos últimos anos. As águas minerais que dizem ter ido à Lua em 1969 continuam ótimas, mas Águas de Lindóia está de “cara nova”, como percebeu a Revista Veja São Paulo, recentemente. Águas de Lindóia ganhou os atrativos do turismo rural.

 

 

Águas de São Pedro – 180 Km

 

Águas de São Pedro Mapas e Links

http://www.aguasdesaopedro.com.br

 

Destino para quem busca tranquilidade. Entre as atrações estão estâncias e águas famosas por suas propriedades terapêuticas – as fontes Gioconda, Juventude e Almeida Salles são as que mais atraem visitantes. Para respirar o ar puro de uma cidade típica do interior, uma dica é o Parque das Águas, com 64 mil metros quadrados de jardins, gramados, pistas de corrida, skate e ciclovia. Com crianças a tiracolo, não deixe de visitar o Thermas Water Park, cujos toboáguas fazem a diversão dos pequenos.

 

Como chegar: De carro – Partindo de São Paulo, acesse a Rodovia Anhanguera (SP-330) no sentido de Americana e siga depois pela Luiz de Queiroz. O trajeto também pode ser feito pela Bandeirantes (SP-348) ou pela Washington Luís (SP-310).

 

Guarujá – 90 Km

 

Guarujá Mapas e Links

http://www.guaruja.com.br

 

Com bons restaurantes, bares, hotéis e shopping centers, a cidade litorânea com boa infraestrutura vive lotada no verão. Para badalação, as praias Pitangueiras, Astúrias, Enseada e Pernambuco são as indicadas. Mas se a ideia é fugir das multidões, percorra praias como Camburi, Branca e Iporanga, cujo acesso é controlado por condomínio no km 17,5 da estrada para Bertioga. Esportistas também têm vez e podem praticar escalada, surfe e caminhadas em diversas trilhas.

 

Como chegar: De carro – Saindo de São Paulo, entre no sistema Anchieta-Imigrantes, desça a serra e pegue a saída para a Rodovia Piaçaguera-Guarujá (Rodovia Cônego Domênico Rangoni), a partir de um entroncamento da via Anchieta no município de Cubatão.

 

 

Paranapiacaba – 71 Km

 

http://www.paranapiacabaecotur.com

http://www.cptm.sp.gov.br

 

O patrimônio arquitetônico da vila ferroviária construída no século 19 para abrigar os trabalhadores da companhia inglesa São Paulo Railway é tombado por órgãos nacionais e estaduais de preservação do patrimônio histórico e artístico. Localizada no alto da Serra do Mar, com bela vista da Mata Atlântica, reúne atrações turísticas como o Museu Castelinho, que conta a história do local, gerenciado pela Prefeitura de Santo André; Clube União Lyra Serrano, sede das principais atividades culturais; Museu Funicular do Trem, que preserva antigas locomotivas; e uma réplica do relógio londrino Big Ben. Promove um Festival de Inverno, com shows musicais e gastronomia, que costuma ocorrer anualmente no mês de julho.

 

Como chegar: De carro – Pegue a Rodovia Anchieta até o km 29 e siga a placa para Ribeirão Pires. Entre na Estrada Velha de Santos (SP-148) até o km 33. Acesse a Rodovia Índio Tibiriçá (SP- 31) até o km 45,5. Siga pela SP-122 que chega a Paranapiacaba.

 

De trem – Embarque na Estação da Luz com destino a Rio Grande da Serra. De lá, pegue o ônibus integração, que parte a cada meia hora nos fins de semana.

 

 

Itu – 100 Km

 

Itu Mapas e Links

http://itu.sp.gov.br

www.itu.com.br

 

A uma hora e vinte minutos de distância da capital, a cidade de Itu é famosa pelo tamanho exagerado do mobiliário urbano, com orelhões, postes e sinais de trânsito que parecem ser feitos para pessoas com, pelo menos, 2 metros de altura. Itu é uma das 29 cidades do estado de São Paulo consideradas estâncias turísticas, o que já proporciona uma infraestrutura mais preparada para receber os visitantes. Além de observar as coisas “gigantes”, vale visitar a Casa Imperial – que já abrigou a família real por várias vezes durante o século 19, assim como a Chácara do Rosário, construída no século 18 e com a arquitetura bem conservada.

 

Como chegar: Rodovia Castello Branco (SP-280) até o trevo de Sorocaba, depois seguir pela Rodovia do Açúcar (SP-075) até Itu.

 

Holambra – 147 Km

 

http://turismoholambra.com.br

http://www.portaldeholambra.com.br

 

A cidade da região de Campinas é o maior centro de produção de flores e plantas ornamentais da América Latina e todos os anos promove a maior exposição de flores do País, a Expoflora. No entanto, vale visitar a cidade durante todo o ano, pois além de poder visitar as estufas e plantações dos produtores, Holambra também oferece ao turista um pouco da cultura dos Países Baixos. Não deixe de visitar o Moinho Holandês Povos Unidos, com 38,2 metros de altura – o que equivale a um prédio de 9 andares.

 

Como chegar: Siga pela Rodovia Anhanguera até o Km 86. Na Rodovia SP-340, que liga Campinas a Mogi MIrim, haverá placas indicando Holambra.

 

São Sebastião – 180 Km – Praias e Ilhas

 

São Sebastião Mapas e Links

http://saosebastiao.com.br

http://www.saosebastiaosp.com.br

 

Uma das praias mais conhecidas de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, Maresias tem 5 km de extensão de areias brancas e mar com águas azuis. O local tem um ar bastante jovem, principalmente por ser palco de diversas competições de surfe e atrair praticantes do esporte que procuram por fortes emoções no mar bravo. No entanto, se você não está pensando em se aventurar em uma prancha, não se preocupe: Maresias também oferece várias opções de passeios para ficar em contato com a natureza, como trilhas e cachoeiras.

 

Como chegar: utilize a estrada Anchieta, entrando na Rodovia Prestes Maia SP-055/BR-101, checando no cruzamento para Bertioga, seguindo pela Rio Santos até chegar em Maresias.

 

Atibaia – 86 Km – Voo livre e Maria Fumaça

 

Atibaia Mapas e Links

http://www.atibaiatour.com.br

http://www.atibaia.com.br

 

A cidade do interior de SP fica a cerca de uma hora de distância da capital e é uma opção perfeita de passeio para quem procura por aventura durante o final de semana. O famoso Morro da Pedra Grande atrai milhares de turistas que desejam voar de parapente ou paraglider e conseguir, além de muita adrenalina, observar a cidade e a Serra de Itapetininga lá de cima. Entre as escolas mais conhecidas que oferecem o vôo, estão a Paraglider Brasil e a Personal Fly.

 

Como chegar: a principal estrada de acesso à cidade é a Rodovia Fernão Dias.

 

Serra Negra – 157 km

 

Serra Negra Mapas e Links

www.serranegra.sp.gov.br

www.serranegra.com.br

www.portalserranegra.com.br

 

Serra Negra é um dos 11 municípios paulistas considerados estâncias hidrominerais pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar, junto a seu nome, o título de “estância hidromineral”, termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.

 

Localiza-se a uma latitude 22º36’44” sul e a uma longitude 46º42’02” oeste, estando a uma altitude de 925 metros. Sua população estimada em 2008 era de 25 741 habitantes. Possui uma área de 203,010 km².

 

Guararema – 84 km

 

www.guararema.sp.gov.br

 

As águas não poluídas do Rio Paraíba do Sul são um dos atrativos turísticos de Guararema, onde se pode andar de caiaque, jet-ski, nadar e pescar piabas, piabanhas, piaus, curimbatás e outros. A preservação não é apenas das águas, mas ao seu redor, da vegetação e de animais silvestres. Com a nascente na Serra da Bocaina, na junção do rio Paraitinga e Paraibuna em São Paulo, o rio Paraíba do Sul desagua na cidade de São João da Barra no Estado do Rio de Janeiro e sua extensão é de 1 058 quilômetros. Em épocas de chuvas assume aspecto barrento, mas logo volta à sua cor natural: o verde escuro. O rio também possui várias ilhas, duas delas receberam infraestrutura, incluindo pontes que as ligam, atraindo muitos visitantes de várias cidades. As ilhas são popularmente conhecidas por “Ilhas do rio Paraíba”.

 

Altitude: 585 m Área total: 270,5 km² Densidade Demográfica: 95,60 hab/km². Latitude: 23º 26′ 15″ S Longitude: 46º 03′ 45″ W. Limites: Biritiba Mirim, Jacareí, Mogi das Cruzes, Salesópolis, Santa Branca e Santa Isabel. Localização: Guararema está a leste da Grande São Paulo e sua distância da capital é de 76 km. As principais vias de acesso são: Rodovia Ayrton Senna e rodovia presidente Dutra. Clima Temperado, com inverno seco. Temperatura: 27° C.

 

IG Turismo. Disponível em:<http://turismo.ig.com.br/destinos-nacionais/10-passeios-bate-e-volta-saindo-de-sao-paulo/n1597391213609.html>. Acesso em 29 de agosto de 2016.

 

Wikipedia. Disponível em:<https://pt.wikipedia.org/wiki/Serra Negra>. Acesso em 21 de setembro de 2016.

 

Wikipedia. Disponível em:<https://pt.wikipedia.org/wiki/Guararema>. Acesso em 21 de setembro de 2016.

Pontos mapeados

Passeios Bate e Volta de São Paulo – SP

 

Atibaia

Itu

São Roque – Rota do Vinho

São Roque – Ski Mountain Park

São Roque – Fazenda Angolana

Pedra Bela

Guararema

Paranapiacaba

Boituva – Passeio de Balão

Boituva – Paraquedismo

Holambra

Juquitiba

Embu das Artes

Serra Negra

Águas de Lindóia

Lindóia

Amparo

Monte Alegre do Sul

Jundiaí

Show Buttons
Hide Buttons
Translate »